ABOOH

Notícias

Sócio minoritário pode assumir Otima

Quase dois meses após reestruturação interna visando a venda de suas operações, a Otima fez circular nesta sexta-feira, 7, entre funcionários, anúncio sobre acordo com a RuasInvest para venda da empresa. No texto assinado por Irineu Meireles, presidente do conselho da companhia de mídia exterior, é informado que a Odebrecht TransPort concordou em vender a totalidade de suas ações, 58,7%, à proponente, que já possuia 17,65% da Otima.

“A empresa RuasInvest Participações S.A. exerceu seu direito de preferência de compra para aquisição das ações da Odebrecht TransPort na Otima”, confirmou em nota oficial a companhia ligada à holding da construtora. A transação está sujeita a aprovação do conselho da unidade da Odebrecht, mas o acordo já é informalmente celebrado.

Não foram confirmados valores, mas especula-se que superaram os R$ 60 milhões ventilados em fevereiro, quando circularam boatos de que da JCDecaux teria fechado a aquisição. Na época, a Otima apontou Adriano Ferreira, diretor financeiro do vertical de rodovias da Odebrecht, na presidência da empresa de out-of-home, como parte do processo de transição. Desde que a incorporadora passou a ser peça central da Operação Lava Jato, a venda de ativos se tornou uma prioridade, na tentativa de estancar a perda de receita.

Após a aprovação pela Odebrecht, o conselho da Otima deve indicar o retorno de Violeta Noya à presidência da empresa.

Além da parte minoritária da Otima, a RuasInvest (APMR) tem participação na Via Quatro, concessionária da linha amarela do metrô paulistano, e na Caio Induscar, indústria de carrocerias para ônibus e caminhões, entre outros. Outros investidores da Otima são o Grupo Bandeirantes e a Kalítera Engenharia.

Fonte: http://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2017/04/07/socio-minoritario-pode-assumir-otima.html