ABOOH

Notícias

Mercado publicitário movimenta R$ 16,5 bilhões em 2018

Investimentos no mercado nacional ficaram praticamente no mesmo patamar (com ligeira alta de 0,57%) na comparação com 2017

Os investimentos em mídia feitos pelos anunciantes nos veículos brasileiros alcançaram o montante de R$ 16,541 bilhões no ano de 2018. Os dados fazem parte do estudo Cenp-Meios, indicados elaborado pelo Conselho Executivo das Normas-Padrão (Cenp), divulgados nesta quarta-feira, 10.

O valor é praticamente o mesmo (apenas 0,57% maior) do que o movimentado pelo mercado em 2017, quando o relatório do Cenp-Meios apontou um total de R$ 16.446.685 investidos em publicidade no período.

De acordo com o relatório de 2018, a TV aberta continua sendo a mídia com maior poder de atração das verbas dos anunciantes, angariando 58,3% de todos o investimento feito em publicidade ao longo do ano. Na sequência aparece a internet, que responde por 17,7% do bolo publicitário, seguida da mídia exterior (OOH), que angariou 8,4% das verbas.

Veja abaixo a divisão das verbas em cada mídia:

O meio que mais cresceu na atração de verbas publicitárias – na comparação com o ano anterior – foi a internet, cuja fatia de participação aumentou 19,9% no período. Mídia exterior/OOH também apresentou uma alta no relatório, crescendo 10% na comparação com o estudo de 2017. Os dois meios foram os únicos a registrarem crescimento no período. As maiores quedas foram detectadas pelos Jornais (queda de 26% nas verbas) e pelas Revistas (que tiveram retração de 25,4% no período). Rádio enfrentou uma redução de 13% nas verbas de publicidade; TV por assinatura teve queda de 12,2%; Cinema caiu 4% e a TV aberta teve uma ligeira retração de 0,17%.

O Cenp-Meios também avalia a distribuição dos investimentos em mídia em cada uma das regiões brasileiras e em todo o País. As verbas utilizadas para ações de mídia em todo o Brasil responderam por 63,2% do total. Os investimentos feitos apenas na região Sudeste representam 25,3% do bolo publicitário. A região Sul respondeu por 4,6%; Nordeste por 4,2%; Centro-Oeste 1,9% e Norte, por 0,8%.

Os cálculos do Cenp-Meios referentes à 2018 contaram com a participação de 78 agências, que colaboraram com as informações sobre os investimentos no período.

Fonte: Revista Meio e Mensagem