ABOOH

Notícias

Relógios digitais da Clear Channel no Rio de Janeiro informarão fluxo de pessoas na rua

Ação institucional conta com apoio da prefeitura e utilizará inteligência artificial para captação de dados

A mídia out of home (OOH) assume seu papel social e reforça sua eficiência na prestação de serviços à população durante a epidemia do novo coronavírus. A Clear Channel, com apoio da prefeitura do Rio de Janeiro e da empresa de tecnologia focada em inteligência artificial CyberLabs, está veiculando boletins informativos em tempo real, transmitidos em seus relógios digitais, sobre a circulação de pessoas na cidade e em determinados bairros. A comunicação visa orientar as pessoas que precisam se locomover, como funcionários de serviços essenciais e as pessoas que dependem dessas atividades. Outro objetivo da ação é conscientizar quem deveria estar em casa, reforçando a importância do isolamento social.

Os dados utilizados nos informativos são provenientes das câmeras de trânsito instaladas na cidade pelo Centro de Operações do Rio de Janeiro (COR), órgão de integração das operações urbanas no município. A CyberLabs, por sua vez, usa sua inteligência para mensurar o fluxo de pessoas registrado nas câmeras. A partir dessa ferramenta, é criado um algoritmo para comparar a circulação daquele momento com o mesmo horário e local de dias antes do anúncio oficial da quarentena.

De acordo com André Colmenero, especialista de Produtos e Desenvolvimento de Negócios Digitais da Clear Channel, os relógios digitais da empresa, que estão conectados à internet, estão exibindo uma arte integrada aos dados analisados pela CyberLabs e fornecidos pela prefeitura, permitindo uma comunicação dinâmica ao mostrar a circulação de pessoas em diferentes bairros. “Devido à conectividade e possibilidade de integração com outras plataformas, como a fornecida pela CyberLabs, o segmento OOH é extremamente eficiente na prestação de serviços em diferentes frentes. Queremos incentivar o uso do meio para essa finalidade, pois temos diferentes formatos de integração em tempo real com outros serviços on-line, e prestar um serviço importante à comunidade”, esclarece.

Nas últimas semanas, o número de pessoas nas ruas do Rio de Janeiro aumentou em determinados locais e diminuiu em outros, segundo levantamento da CyberLabs. Segundo Alexandre Cardeman, chefe executivo do COR, a presença de pessoas nas ruas vem aumentando desde o início do monitoramento. “No início do uso desta ferramenta de monitoramento, em meados de março, a média era de uma redução de 85% de pessoas nas ruas em relação a uma situação anterior à COVID-19. Já no final de abril, esse indicador chegou a uma média de até 77%.”. Cardeman comenta a excelência da ferramenta, “É muito importante que as pessoas sigam as recomendações das autoridades. Os números de infectados e óbitos causados pela COVID-19 estão aumentando a cada dia, enquanto o isolamento está caindo. Os relógios serão uma ferramenta de fundamental importância na campanha de conscientização das pessoas.”

A mídia OOH vem se mostrando cada vez mais versátil no uso de tecnologias, próprias ou de empresas parceiras. “A inteligência artificial é a bola da vez em diferentes segmentos do mercado. Integrar os relógios digitais da cidade com dados analisados em tempo real é mais um direcionamento do uso da tecnologia, cooperando com a quarentena efetiva no combate ao coronavírus”, explica Felipe Vignoli, sócio fundador da CyberLabs. “A parceria que temos com o Centro de Operações Rio e a Clear Channel na conscientização em tempo real da população traduz uma aplicação de I.A. no mundo real”.